Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates Incríveis em HTML5/CSS3, Galerias de Fotos, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
Menu
Translate this Page

Rating: 2.1/5 (42 votos)

ONLINE
1





 
 Canteiro de Ideias
SENSIBILIDADE PSÍQUICA

Fato inegável é que todos os seres humanos são dotados de uma mente. E, também, fato é que não se conhece com exatidão as potencialidades mentais dos seres humanos.
.
Somos seres sencientes. Por conseguinte, a questão é saber qual o grau de nossa lucidez mental. E, neste aspecto, podemos dizer: Depende de cada um e de sua caminhada ao longo das diversas Vidas.
.
Resumindo: Não há como negar que todos nós somos seres perceptivos. Deste modo, todos nós, percebemos e, consequentemente, reagimos, mais ou menos, às ondas mentais uns dos outros e de seres que estão além da dimensão física (percebida por nós, através de nossos cinco sentidos). Em outras palavras, podemos ser mais ou menos conscientes das ondas mentais. E esta diferenciação perceptiva e reativa deriva de muitos fatores. Porém, um destes fatores que leva as pessoas a não terem consciência, com certeza, é o Estado Consciencial de Sono no qual a maioria dos seres humanos vivem mergulhados nele. Mas, busquemos exemplificar a situação no plano prático! 
.
Quando alguém fala de nós (não importa se bem ou mau), a percepção deste fato irá depender do Estado Consciencial em que o ser vive. Outro fator importante que não podemos perder de vista, nosso estado consciencial varia ao longo de um período de tempo. Mas, retomando a exemplificação: Digamos que o sujeito A fale de B para a pessoa C. Diante disto, a percepção da persona B dos fatos ocorridos, ou seja, sobre a conversa entre A e C sobre ele, irá depender de seu nível perceptivo. Ele poderá ter nenhuma consciência (percepção) do acontecido, poderá ter alguma consciência ou poderá ter total consciência.
.
Além disto, entre estes três níveis, ou estados, ou possibilidades e etc., conforme queiram definir, existem milhares de condições ou possibilidades intermediárias, variando tanto quanto existem diferenciação entre os indivíduos.
.
Muito bem, o fato de uma determinada pessoa não ter nenhuma consciência da ocorrência, não significa que ela não sentiu, ou não percebeu, o acontecimento em algum grau ou nível qualquer. Ou seja, sempre sentimos e vamos sentir! Explicando em outras palavras: Sempre percebemos! O problema é: Qual o nosso grau de lucidez, ou de desenvolvimento sensitivo ou de nossa sensibilidade psíquica para termos consciência ou não dos eventos ocorridos (ou que esteja acontecendo no momento)?
.
Na perspectiva contextual ora em pauta, acontece que estas percepções caíram a nível de inconsciente e com isto, ou por causa disto, passaram desapercebidos consciencialmente para a pessoa. Em outros termos: Não tomamos consciência da ocorrência. Entretanto, nem por isto, isto significa ou quer dizer que não tenhamos recebido as ondas mentais e daí termos deixado de reagir aos fatos, mesmo que inconscientemente. Sim, não percebemos a nível consciente, porém reagimos inconscientemente. E mais: Reagimos de diversos modos, a depender de cada um. Por exemplo, uns podem ficar irritados, sem motivos aparentes. Outros, ficam inquietos. Aqueloutros, sentem uma sensação estranha, um incomodo qualquer. Outros tantos, tem reações orgânicas, tais como: Orelha queimando, um incomodo na região da barriga, um calafrio pela espinha dorsal, um arrepio... E vai por aí afora...
.
As reações podem perpassar pelos níveis emocionais, psicológicos e orgânicos. Significa que podem ocorrer: Apenas a nível emocional, ou apenas no orgânico. Ou, em dois deles. Ou, ainda, nos três níveis ao mesmo tempo. Tudo isto dependerá das capacidades e do desenvolvimento psíquico de cada indivíduo. Por conseguinte, variando infinitamente!
.
Na segunda situação, significa que outras pessoas podem ter mais ou menos consciência dos fatos. Existem aquelas que se encontram à mercê destas circunstâncias, vivendo uma vida de sofrimentos, dificuldades e etc. Também existem aqueles que conseguem criar uma barreira, em maior ou menor grau, a depender de seu potencial, da capacidade alcançada pelo indivíduo, do amparo ou ajuda espiritual que recebem e etc..
.
Porém, o assunto é amplo e complexo e demandaria um livro se fôssemos abordar todas as possibilidades, nuances, situações e etc. Aqui, visamos apenas traçar algumas linhas gerais, somente para lançar algum esclarecimento ou trazer alguma luz em torno de um tema tão complexo, empolgante e muitíssimo interessante. Pelo menos, nós assim o consideramos!
.
Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net