Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates Incríveis em HTML5/CSS3, Galerias de Fotos, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
Menu
Translate this Page

Rating: 2.1/5 (42 votos)

ONLINE
1





 
 Canteiro de Ideias
PORQUE SOU REENCARNACIONISTA!

                           Ser reencarnacionista não é o problema, este fica por conta de não sê-lo. Sem a reencarnação milhares de situações, circunstâncias, ocorrências etc ficam sem explicações. Desde as questões evolucionistas aos problemas físicos, psicológicos e religiosos. Sim, isto mesmo! Senão vejamos:

 
                      Peguemos o sinal de Caim, descrito no livro Gêneses da Bíblia. Como explicá-lo? Como entendê-lo? Esta é uma questão religiosa que a reencarnação esclarece e explica. "E pôs o Senhor Deus um sinal em Caim...." (Gn 4:15)  Mas que sinal é este? Por que? Para que? Se formos olhar pela lógica de uma única vida, esse sinal acaba sendo uma premiação: "...para que não o ferisse quem quer que o encontrasse." (Ibdem.)  Já não ocorrerá o mesmo se aceitarmos a reencarnação. Como?!


                   Bom, a reencarnação anda de mãos dadas com a Lei de Ação-Reação(*). Uma é o complemento da outra, pois não há possibilidades da Ação-Reação completar seus processos sem a Reencarnação. Porque, muitas "coisas" não conseguirão retornar em tempo hábil de uma única vida.


                     Na verdade, o sinal de Caim tem mais haver com a Lei de Ação-Reação(*). O sinal é o retorno, o efeito ou a marca da consequência daquilo que pusemos em movimento. É a colheita da semeadura! No caso de Caim, são os registros da consequência de ter matado seu irmão. É certo que as consequências, em muitos casos e circunstâncias, começam desde a vida presente; mas, é impossível que o ciclo se feche ou se complete numa única vida. Assim, quando renascemos trazemos o sinal impresso em nosso organismo, quer seja no campo físico, emocional ou psicológico. São os problemas, as doenças, as restrições,  os transtornos etc resultantes das ações, digamos, negativas. Ou as aptidões, pendores, talentos, marcas de nascenças, habilidades etc advindas de ações positivas ou não necessariamente. O que determinará se positivo ou negativo será a direção das "forças", isto é, sentimentos, atitudes, comportamentos, pensamentos, ações, emoções etc que pusemos, estabelecemos ou alimentamos. A priori, o retorno é proporcional à força posta em movimento. Porém, pode acontecer desta força ser alimentada, reforçada, revigorada e etc em seu percurso, o que levará, ao final, que retorne à sua fonte original com mais peso e consequências...


                      Mas, retomando à questão reencarnacionista, como explicar as simpatias ou antipatias imediatas que temos por indivíduos que nunca vimos antes, ou que conhecemos a tão pouco tempo? Não que 100% dos casos sejam explicados através da reencarnação; mas, certamente, uma parte - pequena ou não - certamente!


                     E as crianças que nascem trazendo "facilidades" em certas áreas ou, mesmo, aptidões? A maioria dos argumentos propostos para estes casos não se sustentam. Além do que, encontramos estas crianças tanto nascidas na pobreza como em casas de opulência. Só este fato derruba mais da metade dos argumentos. Agora, e quanto às crianças que nascem com problemas graves e insolúveis? Nestas circunstâncias, defender a existência única é afrontar e blasfemar contra a Divindade, uma vez que esta estaria distribuindo privilégios aleatoriamente, sem maiores critérios, ou aplicando punições descabidas e sem sentido. No entanto, a reencarnação nos esclarece que estes são os sinais de Caim. O que faz todo sentido! Numa lógica impecável, justa e, ao mesmo tempo, amorosa.


                     Sob o ponto de vista da evolução humana, nada mais claro que numa única existência é impossível alcançar um progresso que faça uma diferença maior, nas áreas referidas linhas atrás. Em qualquer delas! Não há como resolvermos todos os nossos problemas numa única existência. E, por isto mesmo, as igrejas criaram a figura do Inferno.


                     Particularmente, não creio que um Ser Supremo, ou seja o nome que lhe designemos, expressão do Amor mais puro, incondicional, bondade absoluta, possa convir com visão tão absurda e canhestra quanto esta! Já a reencarnação me fala da bondade de Deus, de sua misericórdia infinita... de seu amor... de sua sabedoria... Enfim, de todos os atributos sublimes que lhe possamos atribuir. Através dela, o maior pecador, o maior criminoso tem chances e possibilidades de se melhorar, de se reerguer da lama e sair à plena luz. Isto sim, para mim, está conforme a visão de um Deus de amor e de bondade!


                    A reencarnação me ensina que estou em evolução, que vou acumulando conhecimentos, experiências, informações... que meu trabalho continua sempre. O preguiçoso cresce pouquinho, mas aquele que se esforça, seu trabalho não é perdido, sua semeadura frutificará nas estações corretas, no devido tempo. A reencarnação soluciona os conflitos nos esclarecendo que encontrar-nos-emos, de novo, frente a frente com as lições, no reajuste dos próprios erros, atos etc. Portanto, não dá pra não ser reencarnacionista!


                    A reencarnação esclarece que vou poder reencontrar quem amei, vou encontrar novamente com os amigos, com quem criei laços de afeto. E, ao mesmo tempo, ela me informa que vou poder modificar as disposições equivocadas originadas da ignorância, de uma mente ainda bracejando na infância... Vou poder harmonizar-me com quem teci teias de desequilíbrio e desarmonia. Exatamente, por ter novas oportunidades, vou ter novas chances de transformar os inimigos em amigos. Assim, a reencarnação é um canto ao Amor, um hino à harmônia, uma canção à paz! Portanto, diante disto, não dá pra ser não reencarnacionista!


                    Conforme Emmanuel nos explica com sabedoria: "Unicamente a reencarnação esclarece as questões do ser, do sofrimento e do destino. Sem ela, a existência terrena representaria turbilhão de desordem e injustiça; à luz de seus esclarecimentos, entendemos todos os fenômenos dolorosos do caminho. O homem ainda não percebeu toda a extensão da misericórdia divina, nos processos de resgate e reajustamento. Entre os homens, o criminoso é enviado a penas cruéis, seja pela condenação à morte ou aos sofrimentos prolongados. A Providência Divina, todavia, corrige, amando... Não encaminha os réus à prisões infectas e úmidas. Determina somente que os comparsas de dramas nefastos troquem a vestimenta carnal e voltem ao palco da atividade humana, de modo a se redimirem, uns à frente dos outros."


                    Diante de tudo isto: Viva a reencarnação, cântico do Amor Divino em favor de todas as criaturas!!! Através de cujas portas podemos evoluir, crescer, aprender a perdoar e trabalharmos para sermos cada vez melhores! Hoje, homens comuns aperfeiçoando-se dia a dia; amanhã, representando o grande futuro, Anjos! Depois, quem sabe!...

 


________________________________________________________________________________
(*) LEI DE AÇÃO-REAÇÃO: Ou Lei de Causa e Efeito, é umas das leis universais. Tem suas expressões nos campos físicos tanto quanto no moral, espiritual e etc. No campo físico foi postulada por Newton, onde diz: "Toda ação provoca uma reação de igual intensidade, mesma direção e em sentido contrário". Nos campos além da simples matéria, seu postulado nos informa que toda e qualquer ação terá reação devida e correspondente no tempo e espaço.


                                        André Luiz nos esclarece em Ação e Reação: "Sim, o «carma», expressão vulgarizada entre os hindus, que em sânscrito quer dizer «ação», a rigor, designa «causa e efeito», de vez que toda ação ou movimento deriva de causa ou impulsos anteriores. Para nós expressará a conta de cada um, englobando os créditos e os débitos que, em particular, nos digam respeito. Por isso mesmo, há conta dessa natureza, não apenas catalogando e definindo individualidades, mas também povos e raças, estados e instituições."


                                         E Emmanuel em À Sombra do Abacateiro, nos adverte: ""Lembramo-nos da Lei de Causa e Efeito apenas em matéria de sofrimento, mas ela funciona também para o bem. Quem faz o bem, queira ou não, será recompensado... O Senhor manda que o mal seja corrigido e o bem seja estimulado em benefício de cada um de nós..."

 

 

Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net