Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Crie seu próprio Site Grátis! Templates Incríveis em HTML5/CSS3, Galerias de Fotos, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
Menu
Translate this Page

Rating: 2.1/5 (42 votos)

ONLINE
1





 
 Canteiro de Ideias
ONDE ESTÁ A ÉTICA?

Caríssimos e caríssimas,

Gostaríamos de iniciar este texto com  as seguintes reflexões:

Qualquer ato ou atitude discriminatória é violenta e agressiva por natureza.

Muitas pessoas se permitem serem usadas a tal ponto que no final das contas você não sabe quem usa quem.


Nesta hora negra que se abate sobre o planeta, as frases acima deveriam tocar todos os corações levando-nos às mais profundas reflexões...  Quais são as posturas de cada um de nós, perante o que presenciamos no dia a dia? 
 
Não adianta falarmos da corrupção alheia se nas pequeninas coisas do meu ramerrão (rotina) também ajo corruptivamente (*). Que diferença faço?
Pois se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? não fazem os publicanos também o mesmo? Se saudardes somente aos vossos irmãos, que fazeis de especial? não fazem os gentios também o mesmo? - Jesus, Mateus 5:46-47
Por conseguinte, o exemplo começa a partir de nossa casa íntima, pessoal e intransferível. Não é suficiente acharmo-nos portadores de moral elevada. Não basta considerarmo-nos Cristãos... Tudo isto tem de irradiar de nós, em nossas atitudes, atos, comportamentos e ações.

Se diante destas palavras ainda não ficou muito claro, então os convidamos a meditar nas palavras que se seguem.

A humanidade mergulha na noite escura da Kali Yuga (*), a idade da trevas, ou a idade em que os valores morais são pisoteados e jogados no monturo (lixo); onde a vida passa nada valer. É o império da carne, do delírio, da busca aos mais variados prazeres, desmedidos ou não, mas, muitas vezes, a qualquer preço! 
 
Enquanto isto, os valores do Espírito sucumbem, por ser considerados fora de questão, distantes de nossa realidade. Diante disto, nos tempos que correm, calorosos e apressados, os valores éticos são subvertidos ou permanecem como que inexistentes. E, consequentemente, o indecoro lastreia todos os campos, áreas e circunstâncias.

No entanto, onde estamos nós outros? De nossa parte, o que estamos fazendo? Quais são nossas posturas e comportamentos, diante daquilo que presenciamos? Estas e muitas outras perguntas deveríamos fazer-nos em atitude reflexiva.

Não podemos cruzar os braços à espera de um salvador. Não existem salvadores da pátria nos moldes que esperamos. No fundo, estamos quais os Judeus de outrora à espera de um Messias. E Ele veio e eles não o reconheceram. Assim, somos nós! E a nossa tendência é esmagar àqueles que procuram abrir nossos olhos, chamar a nossa atenção. Ainda permanecemos crianças birrentas que queremos tudo aos nossos moldes, sob as nossas condições e perspectivas! 

E o Messias veio e eles o destroçaram. No entanto, matar o corpo não destrói o ser. Este é imortal. E os que souberam ver e ouvir são felizes, pois foram e serão salvos. Ou melhor, se salvarão! Consequentemente, o constructor salvatório está nas mãos de cada um de nós.

Entretanto, indo na contramão da realidade, muitos, mas não todos, pensa que frequentar "clubes" religiosos ou filosóficos é suficiente, lhes resolverão os problemas, as questões mais íntimas. Por consequência, observamos multidões trazendo o nome de Jesus nos lábios, porém seus corações - atitudes e comportamentos - andam muito longe Dele. Com isto de que adianta?

    "Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira". - Jesus, João 8:44.
Então, podemos observar todas estas coisas e muito mais em nosso dia a dia, nos menores gestos, comportamentos e situações; onde tudo passa a ser normal. O que é que tem? Todo mundo faz? E vai por aí afora...

Doce e amarga ilusão. Parece contraditório, mas não é!

"Tomei o livrinho da mão do anjo, e o comi; e na minha boca era doce como mel; mas depois que o comi, o meu ventre ficou amargo como fel." - Apocalipse 10:10.
Assim também nós. Nesta hora, habitantes do campo das carnes, os atos, comportamentos, atitudes e etc. são doces em nossa boca (hora em que os praticamos). Exaurimos prazer, nos rejubilamos e nos refestelamos... No entanto, no amanhã, ao abandonarmos a veste de carne, ao nos despirmos dos véus das ilusões, estes mesmos atos e etc. se tornarão amargos em nossa consciência. E o preço se revelará por demasia alto. Entretanto, outro jeito não há, exceto arcarmos com as devidas e inevitáveis consequências (responsabilidades)...

Por isto mesmo, sou daqueles que advogam o ensino da filosofia desde os anos iniciais do colégio, para que nossos jovens sejam forjados com valores éticos e morais melhores. Visando contribuirmos com a construção de uma sociedade futura mais justa, mais harmônica, mais equilibrada e com melhor qualidade de vida.

Quanto à nossa geração e as gerações que surgem no palco do mundo na atualidade já estão corrompidas com valores pervertidos ou portando valor nenhum. São gerações que irão experimentar a dor e o sofrimento nos mais variados graus e limites. 

A árvore já se encontra com muitas raízes podres. E não há recuperação sem dor, sem lágrimas. As mudanças requerem lutas, enfrentamos, conflitos... A começar de nós mesmos, a partir de onde poderá se irradiar para o mundo externo e além de nós!

Apenas aqueles que lutam contra si mesmos para implantarem valores melhores em sua intimidade, laboram dentro de uma ética mais sana, de uma moral mais elevada. Portanto, estes lutam e se esforçam para não serem omissos diante daquilo que presenciam e que está ao seu alcance algo fazer em contrário ao status quo imperativo e reinante nas sociedades modernas do hoje.

Por exemplo, se somos omissos, nos vendemos à situação, circunstâncias e etc. Por conseguinte, a partir deste momento, não podemos mais advogar o direito de reclamar. Ao invés disto, deveríamos nos perguntar: Por que nos calamos? Por que aceitamos o que aceitamos? Afinal, qual é o nosso preço? Se outro te deu valor tão baixo, por que você aceitou o estipêndio que lhe foi estipulado? Na essência, cada um de nós é que arbitrarmos o próprio preço (valor).

Isto me faz lembrar o telegrama do prefeito da cidade de São Borges/RS, nomeado por Getúlio Vargas para o cargo, dirigido ao mesmo: "Presidente, preciso da vossa ajuda. Cada homem tem seu preço e eles estão chegando no meu!"

A grande questão é que não levamos em conta que  a vida não termina no túmulo. A nossa consciência prossegue além. E ali, no outro lado do véu, daremos conta, perante nós mesmos, daquilo que fizemos ou que deixamos de fazer. Quais foram nossas conquistas? No que melhoramos? Quais foram os legados (exemplos) que deixamos no palco do mundo, na maioria das vezes, para alguns poucos?

A estas e a muitas outras perguntas, teremos de prestar os devidos esclarecimentos. Nesta hora, muitos buscam as Trevas Exteriores, onde há choro e ranger de dentes, conforme assevera Jesus, numa tentativa inútil de fuga de nossa própria realidade íntima. Não é que busquemos o Inferno. O problema é que não podemos ou não suportamos encarar o Céu.

Por conseguinte, felizes são aqueles que conseguem encarar suas próprias dificuldades íntimas (vilanias). Estes sairão vitoriosos, por conquistarem a si mesmos! Receberão o galardão da glória! 

"Tenho-vos dito estas coisas, para que com minhas orientações e exemplos tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." - Jesus, João 16:33.
Se o Mestre conseguiu vencer o mundo, nós outros também poderemos fazê-lo. Estejamos atentos e busquemos os justos valores. Nunca esqueçamos: Podemos conseguir fugir de todos e de tudo, porém, jamais, conseguiremos fugir de nós mesmos!

Vamos pensar! 




_____________________________________
O QUE É CORRUPÇÃO?  http://www.significados.com.br/corrupcao/

KALI YUGA: http://pt.wikipedia.org/wiki/Kali_Yuga

O QUE É ÉTICA

Ética é o nome dado ao ramo da filosofia dedicado aos assuntos morais. A palavra ética é derivada do grego, e significa aquilo que pertence ao caráter.

Num sentido menos filosófico e mais prático podemos compreender um pouco melhor esse conceito examinando certas condutas do nosso dia a dia, quando nos referimos por exemplo, ao comportamento de alguns profissionais tais como um médico, jornalista, advogado, empresário, um político e até mesmo um professor. Para estes casos, é bastante comum ouvir expressões como: ética médica, ética jornalística, ética empresarial e ética pública.

A ética pode ser confundida com lei, embora que, com certa frequência a lei tenha como base princípios éticos. Porém, diferente da lei, nenhum indivíduo pode ser compelido, pelo Estado ou por outros indivíduos a cumprir as normas éticas, nem sofrer qualquer sanção pela desobediência a estas; mas a lei pode ser omissa quanto a questões abrangidas pela ética.

A ética abrange uma vasta área, podendo ser aplicada à vertente profissional. Existem códigos de ética profissional, que indicam como um indivíduo deve se comportar no âmbito da sua profissão. A ética e a cidadania são dois dos conceitos que constituem a base de uma sociedade próspera.

ÉTICA E MORAL

Ética e moral são temas relacionados, mas são diferentes, porque moral se fundamenta na obediência a normas, costumes ou mandamentos culturais, hierárquicos ou religiosos e a ética, busca fundamentar o modo de viver pelo pensamento humano.

Na filosofia, a ética não se resume à moral, que geralmente é entendida como costume, ou hábito, mas busca a fundamentação teórica para encontrar o melhor modo de viver; a busca do melhor estilo de vida. A ética abrange diversos campos, como antropologia, psicologia, sociologia, economia, pedagogia, política, e até mesmo educação física e dietética.

(Texto encontrado em http://www.significados.com.br/etica/, sitio visitado em 17/05/2015.)
Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net